Sobre


Um breve histórico sobre a Paróquia

A Paróquia foi criada em 09/06/2017 através do decreto assinado por Dom Paulo Mendes Peixoto, que desmembrou a comunidade (parte do setor norte de Araxá) da Paróquia de São José e, assim criava a nova paróquia, sendo a nona paróquia em Araxá. 
 
O limite territorial da paróquia chega até as paróquias de São Geraldo, São José e Santo Antônio, na cidade de Araxá e aos municípios de Perdizes e Ibiá (Diocese de Patos de Minas). 
 
Aos quatro dias do mês de julho de 2017, Ano Nacional Mariano, o Arcebispo Metropolitano de Uberaba instalou a Paróquia de Santos Reis e deu posse ao seu primeiro pároco: Padre José Rinaldo da Silva Trajano. Nessa concelebração Eucarística teve a presença de diversos padres e diáconos da Arquidiocese e, também foi apresentada as pastorais existentes na nova comunidade paroquial. 
 
É importante recordar que o início da comunidade de Santos Reis estava ligada a Paróquia de São Sebastião – Araxá (Diocese de Patos de Minas), que havia iniciado as atividades pastorais no bairro Pão de Açúcar; na época a localidade era o final da cidade, na direção norte. Diversos sacerdotes passaram pela comunidade oriundos da Diocese de Patos de Minas, entre eles citamos o padre Osvaldo. 
 
Em 2002 foi criada a Paróquia de São José, à qual estava ligada a Capela de Santos Reis. As celebrações aconteciam nas casas, depois passaram para o Centro de Convivência do bairro e, por fim com a doação de um terreno, as Missas começaram acontecer na capela, recém construída. 
 
No ano de 2002, um acordo entre as Diocese de Patos de Minas e a Arquidiocese de Uberaba, ratificado pela Santa Sé passando o município de Araxá, à Arquidiocese de Uberaba, assim começava uma nova fase à cidade e à comunidade de Santos Reis. Vários sacerdotes da Arquidiocese passaram pela comunidade até a criação da nova paróquia, destacamos: Pe. Antônio Braz Benevente, Pe. Luís Carlos de Resende, Pe. Sérgio Márcio e Pe. Geovane Geraldo Silva. 
 
A atuação dos leigos está presente desde o início de sua história. As primeiras pastorais e ministérios foram organizados com o início das celebrações no bairro Pão de Açúcar. A pastoral de conjunto conta hoje com mais de 20 grupos organizados, atuando na comunidade paroquial e nos setores, coordenados por um grande número de lideranças. A organização pastoral já acontece há um bom tempo na nova paróquia. 
 
Já no primeiro ano de existência da paróquia foi reestruturada e fortalecidas algumas pastorais, por exemplo: MECE, Grupo de Reflexão, Terço dos Homens, Pastoral do Dízimo, Pastoral Catequética, Pastoral da Saúde, Pastoral da Juventude, Apostolado da Oração, Legião de Maria e Comissão de Festa. Durante esse primeiro ano, da criação da Paróquia de Santos Reis, vimos a necessidade da criação dos conselhos Paroquiais: CPA e CPP. Com a chegada do primeiro pároco, a paróquia começou a fazer um novo tipo de planejamento pastoral, em sintonia com o PAPIU e as orientações da Igreja no Brasil, assim sendo surgiram novas pastorais: Pastoral do Batismo, Pastoral Familiar, Pastoral da Esperança, Acólitos, coordenação para os ministérios de Música, Pastoral Litúrgica, Mãe Rainha e o COMIPA – formado por todos os coordenadores dos setores da Paróquia. 
 
A Paróquia realiza a grande festa dos Santos Reis, o Encontro de Folias de Reis e a Festa Junina, por ocasião da festa do Sagrado Coração de Jesus. A infraestrutura paroquial é bem simples, porém foi bastante ampliada nesse primeiro ano de criação, com a construção da secretaria paroquial, da sala de reunião para os conselhos paroquiais, da sala de atendimento do padre, além das salas de catequese (duas), banheiros e a Igreja Matriz que passaram por significativas reformas, ao longo de 2017-2018. 
 
A Paróquia recebeu o estandarte do Ano Nacional do Laicato, entre os dias 18 e 23 de maio do ano corrente. A Comunidade Paroquial de Santos Reis segue o modelo de paróquias revitalizadas à luz de Aparecida. Desta forma temos oito setores, nos quais acontecem celebrações eucarísticas, terços, grupo de reflexão, animação catequética, são os seguintes setores: Nossa Senhora da Abadia (Pedra Azul), Santa Maria (Novo Horizonte e Santa Maria), São João Paulo II (Pão de Açúcar 4 e 5), São Miguel (Jd. Nathalia 1, 2 e 3), Nossa Senhora das Dores (Ana Antônia), Nossa Senhora de Nazaré (João Bosco Teixeira e Cencinato de Ávila), São Jorge (Pão de Açúcar 3), Nossa Senhora da Saúde (Jd. das Oliveiras, Vila Verde e Vila Mayor) e Santos Reis (Pão de Açúcar). 
 
Nossa história não termina aqui. Ela continua sendo escrita todos os dias, por muitas pessoas: padre, diácono e leigos (crianças, jovens, adultos e idosos); pessoas das várias pastorais, movimentos e grupos; de gente de perto e de longe daqui. Você também pode ajudar a continuar a escrever esta história, tornando-a mais rica com sua presença nas missas e eventos, mas principalmente participando de uma das muitas pastorais que existem na nova paróquia. 
 
Venha fazer parte desta linda história de evangelização, amor, fraternidade e solidariedade. Em agosto teremos a primeira visita pastoral de nosso arcebispo Dom Paulo Mendes Peixoto, nos dias 24 a 26 de agosto.

Santos Reis

A devoção à Santos Reis é uma das devoções mais fervorosas de nosso cidade e Região.

Pastorais

Nossas pastorais são envolvidas com o anúncio do Evangelho de Nosso Senhor JESUS Cristo, com o testemunho da Fé dos primeiros Apóstolos e com a CARIDADE.

Dízimo

Seja Dizimista, devolver a Deus em gratidão por tudo que Ele nos dá. Isso faz a Igreja de Cristo crescer


Pároco


Pe. José Rinaldo da S. Trajano

Data de Nascimento: 05/05/1979
Data de Ordenação: 15/06/2007
Data de Posse: 04/07/2017

 

Diác. José Antônio de Resende

Dados:
Data de Nascimento: 13/11/1961
Data de Ordenação: 21/03/2014